O que é Marketing Digital: tudo o que você precisa saber sobre o assunto

Estratégias de Mercado Marketing Marketing Digital

A consolidação da internet como um meio de compra deixou de ser tendência e se tornou uma realidade no Brasil e no mundo.

Isso fez do Marketing Digital uma das principais ferramentas para que as empresas vendam mais.

Prova disso é o aumento de mais de 150% no comércio eletrônico nos últimos 2 anos, comportamento acelerado pela pandemia, que obrigou empresas e consumidores a se adaptarem mais rapidamente com o comércio virtual.

Além disso, mesmo que um consumidor não finalize a sua compra pelo ambiente digital, é certo que sua jornada de compra passa, em algum momento, pela internet, seja para descobrir produtos, comparar preços ou verificar a reputação de uma empresa.

Esse comportamento fez com que o Marketing Digital se tornasse uma ferramenta essencial para o sucesso das empresas, independentemente do seu segmento, tamanho e modelo de negócio. 

Entenda neste guia o que é o Marketing Digital e tudo o que você precisa saber sobre o assunto. 

Afinal, o que é Marketing Digital?

Embora seu detalhamento seja minucioso, a resposta sobre o que é Marketing Digital pode ser definida de forma simples.

Marketing Digital nada mais é do que um conjunto de estratégias que marcas colocam em ação para promover seus produtos e serviços na internet, de modo a obterem resultados relacionados à:

  • Construção de marca;
  • Relacionamento com consumidores;
  • Aumento no faturamento.

Quais os benefícios de investir em Marketing Digital?

As estratégias de Marketing Digital — ou Marketing Online, como também pode ser chamado — apresentam vantagens competitivas que a tornam atrativas para qualquer tipo de negócio. Confira os motivos pelos quais vale a pena investir em Marketing Digital.

Custo

Por ser um meio flexível e cheio de oportunidades, é comum que algumas empresas sejam atraídas pelo Marketing Digital por acharem que é possível fazê-lo de graça. 

Porém, isso não é uma verdade.

Essa percepção acontece porque, diferentemente dos meios offline, você pode iniciar no online com qualquer tamanho de investimento. 

Vamos a um exemplo: suponha que você queira veicular o vídeo de sua mais nova campanha. 

Para que ele seja exibido na televisão, você deverá arcar com o valor estipulado pela emissora de acordo com a segmentação escolhida. 

Se o valor é de R$ 30 mil, por exemplo, mas você só tem metade disso, não será possível veicular, a não ser que você receba um desconto da emissora, o que nem sempre acontece.

Porém, se você deseja veicular a mesma campanha no online, pode até estimar que o valor de R$ 30 mil seja ideal para atingir o alcance máximo com uma boa frequência. 

A vantagem aqui é que as plataformas de mídia digital — como o Google e o Facebook, por exemplo — não vetam as campanhas pelo investimento: seja você um anunciante que quer investir 1 milhão de reais por mês ou apenas 100 reais, essas plataformas atenderão a sua demanda.

Velocidade

Outra vantagem do Marketing Digital é a velocidade com que se pode colocar uma ação no ar. 

Em poucos minutos, é possível subir um post nas redes sociais, iniciar uma campanha de tráfego pago e até fazer uma ação ao vivo.

Esse dinamismo permite que as marcas aproveitem as trends do momento e se conectem com seu público no momento ideal.

Porém, essa vantagem também tem ressalvas. 

O fato de ser uma mídia ágil não significa que o Marketing Digital é uma plataforma para resultados de curto prazo. 

É preciso ter constância e persistência para gerar uma curva de aprendizados que permitirão otimizar seu retorno ao longo do tempo.

Rastreamento de dados

A possibilidade de rastrear a origem dos resultados é um dos maiores diferenciais do Marketing Digital.

Por meio de tecnologias de Business Intelligence, é possível se aprofundar em cada ação realizada pela marca, obtendo insights valiosos sobre os tipos de conteúdo que mais engajam os usuários, bem como quais os canais apresentam maior taxa de conversão. 

Além disso, é possível utilizar o rastreamento de dados que a internet permite para entender quais melhorias podem ser feitas no seu produto para que estejam de acordo com aquilo que os consumidores esperam.

Quais as melhores estratégias de Marketing Digital?

Para obter sucesso no Marketing Digital, não basta marcar presença somente em uma rede social ou simplesmente colocar um e-commerce no ar. 

É preciso criar estratégias interligadas que garantirão uma atuação 360º no digital, mostrando ao consumidor que sua marca está preparada para entregar a melhor experiência virtual. 

Confira quais são as melhores estratégias e técnicas a serem aplicadas no Marketing Digital.

Marketing de Conteúdo

Existe um consenso entre os profissionais de Marketing Digital: o conteúdo é rei. 

Ele é o centro de qualquer estratégia bem sucedida.

Uma descrição singela do que é o Marketing de Conteúdo pode afirmar que se trata de criar um blog para redigir artigos sobre o seu nicho. 

Porém, é possível ir muito além.

Criar um blog corporativo é essencial para o Marketing de Conteúdo, mas não se limita a isso. Uma boa estratégia de Conteúdo envolve:

  • Desenvolvimento de Copy para as áreas do site;
  • Boas práticas de escrita criativa para redes sociais;
  • Redação técnica otimizada para mecanismos de busca;
  • Utilização de gatilhos mentais para peças publicitárias.

O Marketing de Conteúdo é um pilar dentro do Marketing Digital que deve permear todas as estratégias adotadas nesse meio. 

Portanto, considere-o uma técnica primordial para os próximos itens que listaremos a seguir.

SEO

Search Engine Optimization — ou simplesmente SEO — é uma técnica essencial para que sua marca se destaque no ambiente digital.

Trata-se de um conjunto de ações relacionadas ao seu site para fazer com que ele tenha bom posicionamento orgânico na primeira página do Google e de outros mecanismos de busca. 

Basicamente, ele é trabalhado na parte técnica do site (backend) — otimizando tempo de carregamento, implementação de tags, hierarquias de título etc. — e também naquilo que o usuário vê (frontend) — imagens, textos, vídeos, títulos da página etc.

O trabalho de SEO deve ser contínuo, para blindar sua marca da concorrência, além de atender às mudanças no comportamento de busca dos usuários na internet.

Marketing de Busca

Complementar à estratégia de tráfego orgânico trabalhada em SEO, o Marketing de Busca, também conhecido como SEM (Search Engine Marketing) é a técnica utilizada pelas marcas para divulgar seu produto ou serviço de forma patrocinada no resultado dos motores de busca.

Sua metodologia é baseada em leilão, onde vários anunciantes podem apresentar seu lance para conquistar a oportunidade de mostrar seu anúncio para usuários que buscam por termos relacionados ao seu negócio. 

Assim como o SEO, essa é uma estratégia que necessita de acompanhamento contínuo, pois a volatilidade do comportamento do usuário e as empreitadas da concorrência devem ser monitoradas periodicamente. 

Redes Sociais

Os brasileiros são apaixonados por redes sociais. 

Somos um dos países com maior volume de engajamento em canais como o Instagram e o TikTok, por exemplo.

Por esse motivo, a marca que deseja se tornar relevante para seu nicho precisa garantir uma boa experiência ao usuário nas redes sociais.

Isso envolve criar uma grade de conteúdo relevante, combinando formatos populares e adaptando seu conteúdo para cada rede. 

Por exemplo, é preciso entender que o mesmo post que faz sucesso no Instagram pode não ter o mesmo impacto no Twitter, onde os usuários consomem conteúdos menos densos em real time.

Além disso, cada rede social tem sua própria ferramenta de Marketing Digital para veiculação de campanhas patrocinadas e obtenção de insights, sendo necessário que as marcas tenham equipes especializadas em Social Media para traçar as melhores estratégias relacionadas ao conteúdo e à distribuição paga e orgânica deles, bem como garantir a interação com os usuários.

Email Marketing

Quem pensa que o email perdeu seu poder, está muito enganado! Ele ainda é responsável pela maior parte das vendas no Marketing Digital

Isso porque, se um consumidor chegou à etapa de fornecer seu email para uma empresa, é sinal de que ele já avançou no funil de vendas e está mais próximo de realizar uma compra ou recompra. 

Ações de email marketing são extremamente efetivas, desde que sigam algumas premissas básicas:

  • Atenção à régua de relacionamento: cuidado para não enviar um email oferecendo desconto para aquele consumidor que acabou de comprar o produto em questão. É preciso separar seus clientes em clusters de acordo com seu nível de relacionamento com ele, considerando seu histórico de compra;
  • Personalização: técnicas de copywriting e de escrita humanizada tornaram seus emails mais atrativos. Portanto, chame seu cliente pelo nome, crie um subject atrativo e alinhe o conteúdo do email aos seus interesses;
  • Respeito às Leis de Proteção de Dados: com o advento da LGPD, as marcas que acham que comprar base sem o consentimento do usuário é uma boa estratégia podem ser seriamente prejudicadas com multas e banimentos.

Quais os principais termos de Marketing Digital?

O mundo do Marketing Digital é repleto de nomenclaturas específicas, que nem sempre são utilizadas em outros meios. Conheça o que significa cada um dos termos mais comuns no Marketing Digital.

Personas

Você já deve ter ouvido falar na importância que o nicho tem no Marketing Digital, não é mesmo? 

Se essas terminologias te deixam confuso, não se preocupe! 

Para traduzir melhor o que são nichos no Marketing Digital, pense na granularidade de informações que a internet disponibiliza sobre os consumidores: seu perfil demográfico, interesses, comportamentos de compra, dúvidas etc.

Somando essas informações ao seu nicho de mercado, é possível criar a sua persona, que nada mais é do que a fotografia de quem é o público que você deseja atingir em suas estratégias de Marketing Digital.

CTA

A sigla CTA significa “Call to Action” e tem exatamente a função de fazer com que um usuário execute a ação que a marca deseja.

Um CTA pode ser um botão que leve ao site em uma peça publicitária, um convite para conhecer o produto ao final de um artigo de blog, um botão de comprar no email marketing ou em qualquer outro ponto de contato entre marca e consumidor.

Landing Page

Enquanto um site tem informações robustas com maior volume de conteúdo em diversas páginas, as landing pages são feitas especificamente para gerar conversão. 

Normalmente, elas têm 1 única página e concentram todo seu conteúdo em convencer o usuário a realizar uma ação, seja uma inscrição, um download ou até uma compra.

Para que uma landing page obtenha bom desempenho, ela precisa contar com estratégias de copywriting para Marketing Digital, fornecendo gatilhos mentais e outras técnicas que convençam o usuário.

Lead

Lead é como são chamadas todos os usuários que entram no funil de vendas por meio do Marketing Digital. Normalmente, o lead deixa seu contato — nome, telefone, email etc. — em troca de uma informação, que pode ser um e-book, um evento, uma consultoria grátis, entre outros.

A partir do momento em que a marca detém os primeiros contatos de um possível consumidor, ela é capaz de se relacionar com ele de forma a levá-lo adiante no funil de vendas, até que seja gerada uma conversão.

Como fazer Marketing Digital?

Se você está buscando uma forma de trabalhar com Marketing Digital, mas não sabe como, siga esses passos a seguir!

Defina seus objetivos

Mais importante do que marcar presença aleatória nas redes sociais e outros canais digitais, é traçar seu objetivo.

Você quer vender pelo digital? Melhorar a reputação da sua marca? 

Direcionar pessoas para sua loja física?

Caso você tenha mais do que um objetivo, isso não é problema! 

Basta criar um plano específico para atingir cada um deles e utilize os indicadores de desempenho mais adequados de acordo com o que deseja alcançar.

Conheça seu público

O Marketing Data Driven é uma das maiores fortalezas do Digital. 

Não apenas porque a internet permite coletar dados com mais facilidade, mas porque todas as informações que você dispõe no seu negócio podem ser utilizadas estrategicamente a favor das ações de Marketing Digital.

Portanto, reúna informações que você possa ter sobre seus clientes (mesmo no ambiente offline), entenda o que as pessoas estão falando nas redes sociais, fique de olho nas constantes mudanças no comportamento do consumidor e utilize as ferramentas de insights que a maioria das plataformas como o Google e o Facebook oferecem aos anunciantes.

Com isso, você entenderá quais as dores e desafios do seu público e conseguirá adaptar sua comunicação e seus produtos para atender às expectativas do consumidor.

Crie conteúdo de qualidade

Já falamos ao longo do texto sobre o Marketing de Conteúdo e como ele é essencial para qualquer ação feita no ambiente digital.

Para ter sucesso em suas ações, certifique-se de contar com profissionais como:

  • Redator SEO: que fará a escrita otimizada para os mecanismos de busca;
  • Copywriter: que trará a escrita persuasiva para seu site, peças publicitárias e materiais comerciais;
  • UX Writer: que trabalhará em conjunto com a equipe de webdesign para entregar a melhor experiência ao consumidor.

Encontre uma empresa de Marketing Digital

Como vimos ao longo deste artigo, entender o que é Marketing Digital significa mergulhar em um universo repleto de particularidades. 

Embora isso seja uma excelente oportunidade para os negócios, é preciso contar com profissionais altamente capacitados para que a marca obtenha destaque e aumente seus resultados online.

Se você quer ter sucesso na internet, já pensou em contar com a parceria de uma agência de Marketing Digital?

Mais do que executar um plano, uma boa agência levará sua empresa a outro patamar, explorando oportunidades e atingindo um nível de maturidade no digital que, muitas vezes, os anunciantes não conseguem chegar sozinhos.

Conheça a Chili e saiba como podemos ajudá-lo a alcançar o que mais importa: sucesso nas vendas por meio do Marketing Digital!